Percepções 
Gazeta de Limeira

Percepções 

23/10/2018 - Colunas

Colunas


REVIRAVOLTA

Na Câmara muitas pessoas ficaram sentidas com a saída da primeira suplente do PSDB em Limeira, Mara Isa Mattos Silveira, que ficou vereadora por pouco mais de dois meses.

 

PRIMEIRO PROJETO

No dia em que Mara Isa soube da decisão do TSE, que a obriga a deixar a cadeira, o primeiro projeto de lei apresentado por ela foi à votação. A propositura altera o Código de Posturas e estabelece condições às lojas para manutenção da via pública, além de proibir a utilização de papel picado, confete, serpentinas, serragens ou assemelhados.

 

TRANSPORTE

Faz um ano e meio que o prefeito Mario Botion decretou a intervenção no transporte público e esta decisão está "entalada" até hoje para a JTP Transportes, que teve contrato emergencial suspenso; e para a Viação Limeirense, que levou o caso para a Justiça. O uso da tribuna na Câmara de Limeira, ontem, por representante da JTP, tenta forçar apuração mais profunda sobre a intervenção. Mas sindicato dos motoristas e cobradores defende a manutenção do transporte coletivo. A maioria dos vereadores têm resistência. História vai longe.

 

PREOCUPANTE

Por mais que a Prefeitura tenha liberado recursos para a manutenção do sistema de transporte coletivo (por volta de R$ 1 milhão por mês, entre subsídio e verbas complementares), os ônibus atingem a vida útil, sem substituição. Não faz muito tempo, houve quebra de carros pelas ruas. É preocupante porque os veículos rodam o dia todo e, alguns, sempre têm número significativo de pessoas. Não falamos apenas de dinheiro público ou contratos suspensos, mas de pessoas.

 

HORTO

Parece que a maior preocupação da Prefeitura é a ocupação de áreas do Horto Florestal pelos movimentos dos Sem-Casa e Sem-Terra. Botion voltou a Brasília ontem para tratar do assunto. Pelo jeito, o objetivo é revogar o quanto antes o decreto federal que cede as áreas (em litígio entre a União e a Prefeitura) para reforma agrária.

 

LAMENTÁVEL...

...chegar a ponto de algumas pessoas desejarem a morte de outras só por serem de partidos e ideologias diferentes. E produzir placa e participar de manifestação, como mostra imagem que circulou nas redes sociais. Importante que tanto representante do PSL quanto do Movimento Vem Pra Rua repudiaram o ato, que afirmam ser isolado. Tem sido bem difícil esses últimos dias. Ainda bem que a votação em segundo turno já é neste domingo.


Busca




Assine a Gazeta e
comece a pagar só daqui 30 Dias

Se você não é assinante, mas quer assinar a Gazeta e pagar somente daqui 30 dias: digite seu Nome e Telefone








Acompanhe




Capa do Dia

Download da Capa do Dia


Colunas


Ponto
Um

Dr Roberto
Lucato


Prisma
Rafael
Sereno


Telescópio
Gil
Vieira


Enfoque
José
Encinas


Percepções
Renata
Reis


Dois
Toques

Denis
Suidedos


Bate
Pronto

Ricardo
Galzerano

Em
Questão

Nani
Camargo


Panorama
Osvaldo
Davoli


Cine
Art

José Farid
Zaine


Web Classificados


Outras Manchetes




Tráfico repõem "vendedores", mas PM insistirá nas prisões, diz major


10/12/2018

Estoril conquista o Amadorzão 2018


Droga, desemprego e brigas levam às ruas


06/12/2018

Limeira terá Código de Defesa dos Animais


Alteração de lei deve impedir 'buraqueira' em novos bairros