ENFOQUE 
Gazeta de Limeira

ENFOQUE 

18/10/2018 - Colunas

Colunas


 

HORÁRIO DE VERÃO

O governo Temer fez uma trapalhada só neste ano em relação ao início do horário de verão. Primeiro anunciou que não seria em outubro e mudou para o dia 4 de novembro, após as eleições, para não atrapalhar o processo eleitoral, depois, atendendo pedido do Ministério da Educação, alterou para o dia 18 de novembro, para não prejudicar os estudantes que vão fazer as provas do Enem nos dias 4 e 11.

 

CRÍTICA

Mais recentemente, recebeu uma crítica da Associação das Empresas Aéreas, dizendo que 42 mil voos seriam afetados e mais de três milhões de passageiros acabariam prejudicados com essa alteração. Depois de tudo isso, avaliando todos os lados, o horário de verão foi confirmado para o próximo dia 4 de novembro, com o término marcado para o dia 17 de fevereiro de 2019. Os estudantes é que terão que ficar atentos ao horário para não perder a hora de entrada nas escolas onde vão fazer as provas.

 

CONTRA

Muitas pessoas não gostam da aplicação do horário de verão, pois entendem que afeta muito o organismo. O fato de acordar uma hora mais cedo pode causar efeitos variados, mas isso depende de cada pessoa. Enquanto alguns levam numa boa, outros odeiam, principalmente aqueles que precisam acordar muito cedo, pois é difícil acostumar o corpo com essa mudança brusca, além das pessoas que já apresentam distúrbios do sono.

 

A FAVOR

Quem gosta do horário de verão tem como argumento o fato do dia escurecer mais tarde, podendo com isso aproveitar melhor esse período para a prática de atividades físicas após o trabalho. Portanto, essa medida nunca vai agradar a todos, mas ainda é importante para a economia de energia elétrica do País, embora hoje não seja tanto quanto já foi no passado.

 

ADAPTAÇÃO

O que nos resta é tentar se adaptar, sabendo que o corpo vai demorar, em média, uma semana para se acostumar com o novo horário e tentar aproveitar da melhor maneira possível. Os especialistas dão algumas dicas para “não sofrer muito” com o novo horário. Entre elas é evitar estimulantes, como café, álcool e energéticos, prejudiciais ao sono e escolher alimentos de fácil digestão, como massas com molhos leves, frutas, verduras e legumes, principalmente à noite, antes de dormir.

 


Assine a Gazeta e
comece a pagar só daqui 30 Dias

Se você não é assinante, mas quer assinar a Gazeta e pagar somente daqui 30 dias: digite seu Nome e Telefone








Busca







Acompanhe




Capa do Dia

Download da Capa do Dia


Colunas


Ponto
Um

Dr Roberto
Lucato


Prisma
Rafael
Sereno


Telescópio
Gil
Vieira


Enfoque
José
Encinas


Percepções
Renata
Reis


Dois
Toques

Denis
Suidedos


Bate
Pronto

Ricardo
Galzerano

Em
Questão

Nani
Camargo


Panorama
Osvaldo
Davoli


Cine
Art

José Farid
Zaine


Web Classificados


Outras Manchetes




17/12/2018

Limeira tem outro acidente fatal envolvendo motocicleta


16/12/2018

Aumenta número de unidades com energia solar em Limeira


15/12/2018

Coleta seletiva não atinge 2% de resíduos recolhidos


Tido como pistoleiro, limeirense é preso no Paraguai


13/12/2018

Projeção é começar 2019 sem fila em creche, diz secretário