Bate-Pronto
Gazeta de Limeira

Bate-Pronto

por Ricardo Galzerano

Bate-Pronto

14/11/2018 - Colunas

Colunas


PALAVRAS – “O Congresso e o Judiciário estão desconectados com a realidade. As urnas deram o recado, mas eles insistem no erro” (Ronaldo Caiado, governador eleito de Goiás).

 

MAL DIGERIDA - Eu diria que tem mais órgãos desconectados com a realidade das urnas. Parte da grande imprensa, por exemplo, continua com a eleição de Bolsonaro atravessada na garganta.

 

PEDRAS NO CAMINHO - Não perdem uma oportunidade para criticar ou colocar cascas de banana no caminho do futuro governo que prepara sua transição para o poder.

 

MODELITO - Entre outras coisas, a Folha chegou ao ridículo de fazer reparos quanto ao modo de se vestir de Bolsonaro em matéria com manchete e tudo.

 

PENSAR NO PAÍS - Esta gente toda, magoada e ressentida com a saída de cena do PT do poder federal, deveria pensar no Brasil. Precisamos dar um salto rumo ao futuro. Temos mais de 12 milhões de desempregados. Temos milhares empresários dos mais diversos setores da economia endividados.

 

OLHO NO UMBIGO - Se a situação da economia melhora, melhora para todos. Há ainda setores que vão perder privilégios. Outros que ideologicamente se sentem feridos. Mas é gente que não pensa no país,

 

NA HORA APROPRIADA - Quando – e se – o governo Bolsonaro começar a falhar em suas atuações, aí sim, as críticas devem ser dirigidas a ele. Esta é uma das principais funções da imprensa, a de fiscalizar qualquer governo.

 

MÍOPES - Mas não querem atrapalhar, como está agora acontecendo com alguns setores dos nossos meios de comunicação antes mesmo da posse do novo governo. E estes setores estão perdendo telespectadores e leitores. Será que não enxergam isso?

 

FAVORITO? – Nos bastidores da política limeirense, ganha força o nome do vereador Lemão da Jeová Rafá para ser o presidente da Câmara Municipal no biênio 2019-20.

 

MEMÕRIA 1 - O colunista Elio Gaspari bem lembrou: em 1968, auge da repressão do governo militar, a oposição pedia democracia. Delfim Netto, era o ministro da Fazenda e vaticinava: vem aí um clico de crescimento econômico.

 

MEMÓRIA 2 - Sabia do que estava falando: já sob o governo Médici, a partir de 1970 o país experimentou um de seus maiores surtos de desenvolvimento econômico, apelidado na época de “milagre brasileiro”. Delfim sabia das coisas.

 

OXALÁ! - Agora, Delfim Netto diz estar convencido de que entraremos num ciclo de crescimento econômico a partir do ano que vem. Acredito –e torço – que Delfim continua sabendo das coisas.

 

O MELHOR - A revitalização que virá para o Parque Cidade é um acerto da administração municipal. Tornou-se o melhor local para a prática de caminhadas e para atividades artísticas populares de Limeira.

 

VIDA REAL – Ouvido no Supermercado Covabra, centro de Limeira:

- E aí, doutor Francisco, o que há de novo?

- O STJ mandou soltar o empresário Joesley Batista.

- Ora, doutor, eu perguntei o que há...DE NOVO!

 

CURTO E GROSSO - Gostei da resposta do futuro ministro O


Busca




Assine a Gazeta e
comece a pagar só daqui 30 Dias

Se você não é assinante, mas quer assinar a Gazeta e pagar somente daqui 30 dias: digite seu Nome e Telefone








Acompanhe




Capa do Dia

Download da Capa do Dia


Colunas


Ponto
Um

Dr Roberto
Lucato


Prisma
Rafael
Sereno


Telescópio
Gil
Vieira


Enfoque
José
Encinas


Percepções
Renata
Reis


Dois
Toques

Denis
Suidedos


Bate
Pronto

Ricardo
Galzerano

Em
Questão

Nani
Camargo


Panorama
Osvaldo
Davoli


Cine
Art

José Farid
Zaine


Web Classificados


Outras Manchetes




Tráfico repõem "vendedores", mas PM insistirá nas prisões, diz major


10/12/2018

Estoril conquista o Amadorzão 2018


Droga, desemprego e brigas levam às ruas


06/12/2018

Limeira terá Código de Defesa dos Animais


Alteração de lei deve impedir 'buraqueira' em novos bairros