Etíope apoiado pelo Brasil vai dirigir OMS
Gazeta de Limeira - Notícias de Limeira, Iracem´polis e Cosm&ocute;polis

Download da capa do dia:

Etíope apoiado pelo Brasil vai dirigir OMS

24/05/2017 por Estadão Conteúdo

Etíope apoiado pelo Brasil vai dirigir OMS CORRESPONDENTE / GENEBRA Jamil Chade Pela primeira vez, a Organização Mundial da Saúde (OMS) será dirigida por um africano.

O etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus foi eleito ontem para a direção da agência das Nações Unidas.

O Brasil e os países emergentes votaram, em peso, a seu favor.

Ele concorria com o inglês David Nabarro e a paquistanesa Sania Nishtar.

Na contagem final de votos, Adhanom ficou com 133 dos 185 possíveis.

Sua vitória foi interpretada como um sinal de reprovação à atual gestão da entidade.

Nabarro, que ficou em segundo lugar, era um "homem do sistema", apoiado pelos funcionários da entidade.

O africano é duramente criticado por ativistas de direitos humanos e ONGs.

Seu país é um dos regimes autoritários do continente, e Adhanom foi chanceler de 2012 a 2016.

Antes, era ministro da Saúde e foi acusado de esconder surtos de cólera.

Em sua plataforma, Adhanom prometeu dar mais atenção e recursos para países em desenvolvimento.

Compartilhe
Leia Também




















































































Gazeta de Limeira 2016 - Todos os direitos reservados.
Comercial: (19) 3404.3700 | Jornalismo: (19) 3404.3700 | Assinatura: (19) 3451.2100
Iracemápolis: (19) 3456.3462 | Cordeirópolis: (19) 3546.6341

Criado por Agencia M9