Suspensão de contratos na Malha Sul obriga exportador a recorrer a caminhão - Gazeta de Limeira por Estadão Conteúdo
Gazeta de Limeira - Notícias de Limeira, Iracem´polis e Cosm&ocute;polis

Download da capa do dia:

Suspensão de contratos na Malha Sul obriga exportador a recorrer a caminhão

28/03/2017 por Estadão Conteúdo

Suspensão de contratos na Malha Sul obriga exportador a recorrer a caminhão São Paulo Renée Pereira Desde o dia 15 de março, exportadores de bauxita, alumina, produtos cerâmicos e refratários estão quebrando a cabeça para embarcar seus produtos para a Argentina.

Até então, toda essa carga era transportada por ferrovia, pela Malha Sul da Rumo ALL, também conhecida como Corredor Mercosul.

Mas, no fim do ano passado, a Brado - braço logístico da Rumo, que detém a concessão ferroviária - avisou que a partir de maio encerraria o contrato com a LTI Logística, que presta serviços para companhias como Alcoa e Magnesita.

O motivo seria o baixo retorno do corredor, que estaria trazendo prejuízo para a empresa, como mostra uma troca de e-mail entre a Brado e LTI.

Na mensagem, um executivo afirma que o fluxo Mercosul não tem competitividade e, por isso, iria "descontinuá-lo".

O problema é que ao encerrar o contrato, a Brado afeta a movimentação da ferrovia, que é uma concessão pública dada a Rumo ALL e que soma cerca de 12 mil quilômetros de extensão.

Pela natureza do negócio, a empresa precisa cumprir regras estabelecidas no contrato de concessão.

Procurada, a Brado informou, por meio de nota, que se trata apenas de uma das operações da companhia que seria suspensa a partir de 1º de maio.

Entretanto, o diretor da LTI, Elio Mariani, afirma que, desde 15 de março, não consegue embarcar nenhuma carga nova pelo Terminal de Tatuí (SP), onde os produtos eram colocados em vagões e seguiam pela ferrovia até Buenos Aires, por exemplo.

O fim do contrato tem criado uma série de problemas para importadores e exportadores, que não têm encontrado interlocutores no governo federal.

Desde que a Brado informou sobre o fim da operação, inúmeras correspondências foram enviadas para os ministérios do Transporte e Casa Civil, além da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Compartilhe




Leia Também


















































































Gazeta de Limeira 2016 - Todos os direitos reservados.
Comercial: (19) 3404.3700 | Jornalismo: (19) 3404.3700 | Assinatura: (19) 3451.2100
Iracemápolis: (19) 3456.3462 | Cordeirópolis: (19) 3546.6341

Criado por Agencia M9